Salmo 22

salmo 22 é uma mensagem eterna do Evangelho de Cristo. Saiba mais sobre este Salmo e o que ele destaca  Confira:

Salmo 22 Completo

Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste? Por que estás tão longe de salvar-me, tão longe dos meus gritos de angústia?

Meu Deus! Eu clamo de dia, mas não respondes; de noite, e não recebo alívio!

Tu, porém, és o Santo, és rei, és o louvor de Israel.

Em ti os nossos antepassados puseram a sua confiança; confiaram, e os livraste.

Clamaram a ti, e foram libertos; em ti confiaram, e não se decepcionaram.

Mas eu sou verme, e não homem, motivo de zombaria e objeto de desprezo do povo.

Caçoam de mim todos os que me vêem; balançando a cabeça, lançam insultos contra mim, dizendo:

“Recorra ao Senhor! Que o Senhor o liberte! Que ele o livre, já que lhe quer bem! “

Contudo, tu mesmo me tiraste do ventre; deste-me segurança junto ao seio de minha mãe.

Desde que nasci fui entregue a ti; desde o ventre materno és o meu Deus.

Não fiques distante de mim, pois a angústia está perto e não há ninguém que me socorra.

Muitos touros me cercam, sim, rodeiam-me os poderosos de Basã.

Como leão voraz rugindo escancaram a boca contra mim.

Como água me derramei, e todos os meus ossos estão desconjuntados. Meu coração se tornou como cera; derreteu-se no meu íntimo.

Meu vigor secou-se como um caco de barro, e a minha língua gruda no céu da boca; deixaste-me no pó, à beira da morte.

Cães me rodearam! Um bando de homens maus me cercou! Perfuraram minhas mãos e meus pés.

Posso contar todos os meus ossos, mas eles me encaram com desprezo.

Dividiram as minhas roupas entre si, e tiraram sortes pelas minhas vestes.

Tu, porém, Senhor, não fiques distante! Ó minha força, vem logo em meu socorro!

Livra-me da espada, livra a minha vida do ataque dos cães.

Salva-me da boca dos leões, e dos chifres dos bois selvagens. E tu me respondeste.

Proclamarei o teu nome a meus irmãos; na assembléia te louvarei.

Louvem-no, vocês que temem o Senhor! Glorifiquem-no, todos vocês, descendentes de Jacó! Tremam diante dele, todos vocês, descendentes de Israel!

Pois não menosprezou nem repudiou o sofrimento do aflito; não escondeu dele o rosto, mas ouviu o seu grito de socorro.

De ti vem o tema do meu louvor na grande assembléia; na presença dos que te temem cumprirei os meus votos.

Os pobres comerão até ficarem satisfeitos; aqueles que buscam o Senhor o louvarão! Que vocês tenham vida longa!

Todos os confins da terra se lembrarão e se voltarão para o Senhor, e todas as famílias das nações se prostrarão diante dele,

pois do Senhor é o reino; ele governa as nações.

Todos os ricos da terra se banquetearão e o adorarão; haverão de ajoelhar-se diante dele todos os que descem ao pó, cuja vida se esvai.

A posteridade o servirá; gerações futuras ouvirão falar do Senhor,

e a um povo que ainda não nasceu proclamarão seus feitos de justiça, pois ele agiu poderosamente.

Salmo 22

Significado do Salmo 22

Uma palavra pode ter diversos significados, mas de acordo com o contexto em que ela está inserida, pode-se descobrir mais claramente seu sentido. A palavra Salmos é uma destas e, se olharmos no dicionário veremos que Salmo pode ser:

  • Cântico sagrado dos hebreus, acompanhado por instrumento de cordas ou de sopro;
  • Cada um dos 150 poemas líricos do Livro dos Salmos no Antigo Testamento, atribuídos, em sua maior parte, ao rei Davi (1015 a.C.-975 a.C.?), e que foram musicados para uso religioso;
  • Oração em gênero poético, cuja característica é o duplo ritmo, o das palavras e o das ideias, para ser acompanhada pelo saltério;

Estas são somente algumas das definições de Salmos. Mas para nosso texto iremos considerar Salmos o livro bíblico com 150 capítulos. Os textos presentes nele são poesias religiosas consideradas como orações ou louvores. Na Igreja Católica, os 150 Salmos integram o núcleo da oração cotidiana: a chamada Liturgia das Horas, também conhecida por Ofício Divino.

A oração conhecida por rosário, com as suas 150 Ave Marias, formou-se por analogia com os 150 Salmos do ofício ritual católico. Outra forma muito popular é organizar listas de Salmos por finalidade, isto é, Salmos para serem rezados em determinadas ocasiões como festas, doenças, colheitas ou funerais.

Historicamente, a primeira destas listas foi organizada a partir da prática de Arsênio da Capadócia, que rezava um Salmo como uma oração com certas finalidades.

Autores dos Salmos

No início de alguns Salmos, o autor está identificado. As pessoas que sabemos que escreveram Salmos foram:

Davi: o rei Davi escreveu pelo menos 73 Salmos, cerca de metade do livro. Alguns Salmos estão associados a eventos específicos da vida de Davi, suas lutas, batalhas e sua crença.

Salomão: filho e sucessor de Davi, Salomão escreveu dois Salmos (Salmos 72 e Salmos 127) e os livros de Provérbios, Eclesiastes e Cânticos.

Moisés: liderou os israelitas quando saíram do Egito e atravessaram o Mar Vermelho. Ele também escreveu os cinco primeiros livros da Bíblia.

Coraítas: os Coraítas eram uma família da tribo de Levi, que trabalhava no templo. Seu antepassado Corá se rebelou contra Moisés e Arão mas seus filhos continuaram a servir a Deus (Números 26:10-11).

Hemã e Etã:  dois irmãos ezraítas, da tribo de Judá, conhecidos por serem muito sábios (1 Reis 4:31). Cada um escreveu um Salmo.

Família de Asafe; Asafe era um levita que foi escolhido para ser líder de louvor no templo (1 Crônicas 16:7). Sua família continuou a liderar o louvor ao longo dos séculos e escreveu vários Salmos.

Você sabia?

Dentro das ditas obras dos Salmos, cumpre destacar que os documentos lá recolhidos se podem classificar conforme o gênero a que pertencem, sendo muitos os que se destacam, especialmente os seguintes:

As súplicas. Neste grupo destacam-se todos aqueles Salmos que aquilo que fazem é cometer petições e rogos de uma pessoa individual sobre o que seria a coletividade. Em concreto, entre os mesmos destaca-se o mais conhecido: “O Senhor é meu pastor, nada me faltará, que é o Salmo número 23.1.

Os Salmos reais. Designam-se assim por estarem relacionados com a realeza. Mais exatamente uns versam sobre aquilo que representa a figura do rei David e outros giram em torno da realeza divina. No primeiro grupo está, por exemplo, o Salmo número 45 e no segundo encontra-se associado o Salmo 93.

Os Cânticos de Sião. Como o seu próprio nome indica, são salmos cujo motivo central é a cidade de Jerusalém, centro da vida do povo.

Os Salmos didáticos, tal como indicado o seu nome, são aqueles que são realizados com o claro objetivo de ensinar. Mais precisamente, costumam girar em torno da ética israelita.
Os hinos, que aparecem tanto no Antigo como no Novo Testamento, e que têm a particularidade de não incluir qualquer tipo de súplica. São cantos de louvor.

Este salmo por Rumo da Fé

Comentários

Deixe Seu Pedido de Oração